Apoio às mulheres em ocupação na Casa da Mulher Brasileira em Fortaleza-CE

Ocupar e Resistir por uma vida livre de violência!

Apoio às mulheres em ocupação na Casa da Mulher Brasileira em Fortaleza-CE.
A Articulação de Mulheres Brasileiras – AMB, movimento feminista nacional articulado em 18 estados brasileiros, manifesta seu apoio às companheiras do Fórum Cearense de Mulheres, de coletivos feministas autônomos e dos movimentos mistos e populares que desde o dia 08 de março ocupam a Casa da Mulher Brasileira, em Fortaleza, e lá permanecem resistindo.
A ocupação da Casa da Mulher Brasileira, serviço de apoio a mulheres em situação de violência, denuncia e reivindica do Governo do Estado do Ceará e do Governo Federal medidas para a imediata instalação e funcionamento do serviço.
Como resultado da ocupação, na sexta-feira, dia 09/03, um engenheiro da Secretaria de Políticas para Mulheres do Governo Federal visitou a Casa da Mulher Brasileira para vistoriar a obra e avaliar a viabilidade de sua entrega.

Nesta segunda-feira, dia 12/03, está agendada uma audiência com o governador do estado para tratar da situação do serviço e negociação de propostas para o enfrentamento da violência contra as mulheres e do feminicídio, que em 2017 teve aumento de 71,5% e nos primeiros dois meses de 2018 alcançou o número de 111 assassinatos.
O índice de violência contra as mulheres no Brasil é alarmante e revoltante e exige uma Política Integral de Prevenção e Enfrentamento articulada entre os entes federados.
Nos solidarizando à ocupação, manifestamos nossa indignação com o fato de que conquistas na área de prevenção e enfrentamento à violência contra as mulheres sejam tratadas pelo governo federal ilegítimo com irresponsabilidade e como uma questão eleitoreira/partidária. Denunciamos, também, o processo brutal de desestruturação das políticas para as mulheres que vem se aprofundando intensamente após o golpe de Estado de 2016.

Exigimos do Governo do Estado do Ceará o diálogo com os movimentos de mulheres e o compromisso com medidas para garantir o funcionamento imediato do serviço e com a elaboração e implementação de um programa de enfrentamento e prevenção da violência contra as mulheres.
As mulheres do estado do Ceará não vão ficar de braços cruzados e nem permitir que uma conquista pública no enfrentamento à violência continue servindo ao jogo político e de arbitrariedades entre o Governo Federal e o Estadual.
As mulheres não pagarão com suas vidas pelas medidas do Governo Golpista!

FUNCIONAMENTO DA CASA DA MULHER BRASILEIRA JÁ!

Basta de violência contra as mulheres!

Articulação de Mulheres Brasileiras, 10 de Março de 2018.

 

Fórum Cearense de Mulheres (https://www.facebook.com/events/177938792964575/)

Coletivos Feministas Autônomos do Ceará

Movimentos Mistos e Populares do Ceará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *