Autonomia das mulheres sobre seu próprio corpo é tema de oficina na Marcha das Margaridas

Foto: Carolina Coelho/Cobertura Colaborativa de Comunicação da AMB.

No dia 13 de agosto aconteceu no Parque da Cidade, em Brasília, a oficina de Corpo e Sexualidade na programação da Marcha das Margaridas. Mulheres da Articulação de Mulheres Brasileiras e da Marcha Mundial de Mulheres puxaram a roda de conversa para provocar o debate sobre o 8º eixo da Marcha das Margaridas 2019: autonomia dos corpos!

A conversa foi marcada por falas sobre a importância de escolher quem amar e com quem compartilhar a vida, mas também sobre como nós, mulheres, somos condicionadas desde a infância a não conhecermos nossos corpos e a sermos mães obrigatoriamente.

Uma companheira trouxe a tona o direito à vida: não falar da mulher quando falamos em vida é ignorar a nossa existência. Quando olhamos pra realidade das mulheres que são criminalizadas por aborto ou mortas em procedimentos inseguros, a hipocrisia é ainda maior: essas mulheres ainda têm seus filhos exterminados pelo Estado – como falar de vida?

A garantia do aborto legal também foi pauta da conversa, já que várias propostas de lei hoje em dia estão tentando tirar das mulheres os 3 direitos ao aborto que existem hoje: em caso de estupro, de feto sem cérebro e de risco de vida para gestante.

—————-

*Laura Molinari é comunicadora e integra a Coletiva de Comunicação da Articulação de Mulheres Brasileiras. Este texto faz parte da cobertura colaborativa realizada pela Coletiva de Comunicação da Articulação de Mulheres Brasileiras (AMB), em parceria com Universidade Livre Feminista (ULF), organizada especialmente para cobrir a Marcha das Mulheres Indígenas e Marcha das Margaridas. 

Expediente – Coordenação Geral: Cris Cavalcanti (PE); Texto: Fran Ribeiro (PE), Gabriela Falcão (PE), Carmen Silva (PE); Laura Molinari (RJ), Carolina Coelho (RJ), Raquel Ribeiro (RJ), Angela Freitas (RJ), Rosa Maria Mattos (RJ), Thays Andrade (CE), Milena Argenta (DF) e Priscila Britto (DF); Fotos: Carolina Coelho (RJ), Rayane Noronha (RN) e Fran Ribeiro (PE); Vídeo: Déborah Guaraná (PE), Cris Cavalcanti (PE), Fran Ribeiro (PE), Milena Argenta (DF), Carolina Coelho (RJ) e Raquel Ribeiro (RJ); Edições: Déborah Guaraná (PE) e Coletivo Motim (RN); Diagramação: Déborah Guaraná (PE), Bibiana Serpa (RJ), Cris Cavalcanti (PE) Sites e Redes Sociais: Cristina Lima (PB), Cris Cavalcanti (PE), Analba Brazão (PE), Emanuela Marinho (PE), Luna Costa (RJ); Produção: Mayra Medeiros (PE) e Masra Abreu (DF);

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *